quarta-feira, março 25, 2015

Sala de aula invertida

(Vamos tirar a poeira e as teias de aranha do blog) 

Eu vou ser o advogado do diabo, eu sei, mas...

Mas projetos não são "sala de aula invertida". Sala de Aula invertida é: "vídeos e outras mídias para o aluno ver o conteúdo em casa enquanto na escola só faz exercícios e tira a dúvida".

Aula invertida não é aluno apresentar trabalho.
Aula invertida não é aluno construir maquete ou fazer experimento.
Aula invertida não é cartaz, não é HQ, não é compor música ou paródia.
Aula invertida não é fabricar instrumentos.
E, PELAMORDEDEUSPAITODOPODEROSOseéqueissoexiste:                                                         Feira de Ciências  N Ã O É SALA DE AULA INVERTIDA.

Sala de Aula invertida é isso: http://porvir.org/wiki/sala-de-aula-invertida-2



Ou alguém dúvida que José Pacheco entende de ensino/educação? 

Fala sério que isso está mais para EAD:

Tá só mais um link e chega:


Minha opinião é que ou faça direito ou não faça. Funciona? Não sei! 

sexta-feira, dezembro 14, 2012

Aulas de Física (atualizado)

Publiquei algumas aulas em páginas que aparecem no alto desta página, abaixo do cabeçalho. .... As apresentações não apareciam pois eu esqueci de compartilhar... Agora está ok!

quarta-feira, dezembro 12, 2012

PLANO INCLINADO

Considere um bloco sobre uma superfície de apoio que pode se inclinar.
Sendo m a massa do bloco, então P = m.g é o seu peso, ou melhor, é atraído pela terra pela força peso P. Devido à força peso, o bloco empurra ou comprime a superfície com uma força de compressão normal Pn enquanto é solicitado por uma força paralela ao plano Pt.
As forças Pn e Pt são chamadas de componentes da força peso P.
Se o ângulo de inclinação do plano é x então as componentes Pn e Pt valem:
Pn = P.cos(x)
Pt = P.sen(x)

veja na continuação o simulador.

domingo, outubro 14, 2012

Soma vetorial - por decomposição

Para somar vetores por decomposição decompomos os vetores em coordenadas cartesianas e então somamos as componentes em x e em y. Assim para somar o vetor A com o vetor B nós obtemos Ax e Bx e os somamos (levando em conta o sinal algébrico) dessa soma obtém-se o vetor Rx (resultante na direção x). Fazendo a mesma coisa no eixo y, ou seja, somando Ay com By, obtemos a componente Ry. Finalmente o módulo do vetor resultante será obtido por R² = Rx² + Ry². veja na continuação o simulador.